Aquicultura: Biofiltro Zona de Raízes

Criação de Peixes - Tilápia

A piscicultura, na criação de Tilápia e outros peixes é atividade em expansão em todo o mundo. Entre seus problemas principais, a manutenção da qualidade da água, determina o sucesso da exploração. Os peixes são demasiado sensíveis à falta de oxigênio, à poluição da água, à variação de temperatura, à salinidade, dureza, etc..


E podem interromper seu crescimento normal caso suas necessidades não sejam atendidas. Os peixes comem por dia 1-2% de seu peso, em ração, produzindo fezes e outros metabólicos que alteram a qualidade da água. A presença de amônia, gás sulfídrico (H2S), ácido carbônico e outros poluentes, são formados na decomposição anaeróbia desta matéria orgânica e na própria atividade metabólica dos peixes.

Para tratamento efetivo desta água possibilitando seu reuso, a SNATURAL desenvolve estudos com aeração e filtros biológicos que possibilitam uma qualidade de água constante e renovada. O Filtro Biológico por Leitos Cultivados, sistema de tratamento europeu, mas de uso generalizado nos EUA e Austrália, é capaz de tratar esta água, de forma simples, permitindo seu reuso e recirculação em circuito fechado.

Exemplo de projeto

Na cidade de Cotia, próximo a São Paulo, construíram-se 02 tanques somando 24 m3 de água com o objetivo de produzir 120 kg/m3 de peixe ao fim do ciclo de 6 meses, sem renovação de água. O projeto de tratamento da água é feito com filtro biológico por leitos cultivados e esta em pleno funcionamento. A qualidade da água se mantém com transparência de 50 cm e a amônia em 0,8 mg/litro. A aeração dos tanques se faz com aeração por ar difuso constante a 5 mg/litro.

Tanque do Projeto

Tanque do Projeto

Redes para coleta

Redes para coleta

Vista do Filtro Biológico

Vista do Filtro Biológico


Compressor de Aeração

Compressor de Aeração

Aeração com difusores

Aeração com difusores

Filtro Biológico com Papiro

Filtro Biológico com Papiro

Veja o Vídeo


Tratamento de Água - Filtro biológico, ETE com Leitos Cultivados

O filtro biológico com leito cultivado pode ser usado também para tratamento de água produzida de efluentes industriais e de esgotos domésticos transformando-se numa estação de tratamento de efluentes – ETE de aplicação e soluções bem amplas no tratamento de água. O filtro é construído ao nível do solo, com diversas camadas de substratos específicos, de granulometrias variadas e com impermeabilização para evitar contaminação do lençol freático. Na superfície se plantam vegetais com capacidade de filtração biológica e de efeito visual agradável.

filtro biológico - ETE com Leitos Cultivados

Plantas utilizadas: Papiro, Junco, Taboa, Copo de Leite, Banana d'Água, Jibóia, Lírio do Brejo, Biri etc..Vegetais como a alface, o agrião também podem ser usadas gerando uma atividade em desenvolvimento a aquaponia. Na aquaponia se usa os dejetos dos peixes como fonte de minerais para as plantas substituindo a adubação química normal. Tanto os peixes lucram com a limpeza da água como as plantas.

limpeza da água como as plantas

Aspectos da construção/funcionamento

Estação de Condomínio

Estação de Condomínio

Estação Domiciliar Formada

Estação Domiciliar Formada


Projetos de Aquaponia

Projetos de Aquaponia

Projetos de hidroponia com produção conjunta de peixes(aquaponia) estão sendo implantados: Peixe e a alface com a mesma água, dobrando o faturamento sem adição de produtos químicos e adubos onde, no consórcio, as plantas se alimentam da rica água adubada retirando os elementos para seu desenvolvimento e, em contrapartida, os peixes lucram com a água limpa, cristalina e sem nutrientes. Poluentes como o nitrogênio e fósforo, responsáveis pelo desenvolvimento de algas, doenças e intoxicação de peixes são retirados para o desenvolvimento das plantas.


Agrião e Alface

Agrião e Alface

Criação e cultivo

Criação e cultivo


Água cristalina e Peixes

Água cristalina e Peixes

Num projeto de circulação de 2000 litros/hora se colhem 2000 pés de agrião ou alface em 20 dias com a produção de 200 kg de peixe por m3 de água. Este é um tempo recorde se considerarmos que na terra normalmente se conseguem estes rendimentos em 45 dias e na hidroponia em 25 dias. A qualidade do produto produzido é excelente, com aparência muito melhor e saudável comparada com a produzida em terra, em sistemas tradicionais.

SNatural 1989-2011 | Tratamento de Água, Efluentes, Aquicultura e Paisagismo | Design JG
Voltar ao topo