Separador Água Óleo

Separador Água-óleo

Separadores água - óleo ou simplesmente os SAO, são usados para receber efluentes e águas contaminadas com óleos e graxas de áreas de manutenção, lavagem de veículos, máquinas em oficinas mecânicas, etc.. Os separadores água – óleo empregam métodos físicos e trabalham por densidade, usando a tendência do óleo flutuar na água. Uma gota de óleo com 100 micra (0,1 mm) sobe na água a uma velocidade de 1,5 cm/min, entretanto, uma gota de 20 micra, demora 2 horas para percorrer a mesma distância. Para evitar que gotas menores sejam arrastadas pelo fluxo sem tratamento, se usam recheios coalescentes que capturam as gotas e as agregam em gotas maiores com maior velocidade de ascensão. Usam-se, para este efeito materiais óleo-fílicos tipo pratos inclinados corrugados e outros recheios às quais as gotinhas de óleo aderem quanto a água contaminada passa.

Caixas retentoras de óleo (separadores água – óleo) podem receber grande quantidade de areia e outros materiais inertes, é conveniente a desarenação como tratamento preliminar da água. Águas residuárias ou efluentes, provenientes de indústria petroquímica, que trabalham com separadores água-óleo de alto rendimento com tempo mínimo de detenção hidráulica de 10 minutos. O dimensionamento de um separador água – óleo levará em conta, a qualidade da água efluente requerida, a vazão do efluente, a quantidade ou concentração de óleo no efluente, a densidade especifica dos produtos e a necessidade e quantidade de estocagem do óleo retido. O separador água - óleo pode ser usado em aeroportos, instalações para lavagem e manutenção de veículos, ferrovias, estacionamentos e áreas de circulação intensa de veículos, áreas de manuseio e armazenamento de petróleo e similares.


Remoção de Óleo em Água

Remoção de Óleo em Água:

A linha SNatural de Separadores água-óleo pode ser instalada na superfície do solo ou abaixo e usam um meio coalescente resinoso modelo PS234; tem uma operação com fluxo ascendente (de baixo para cima). As gotas de óleo ficam presas na resina e só saem quando já se aglutinaram em grandes proporções de óleo; Por diferença de densidade o óleo aglutinado forma uma camada superior separando-se da água por falta de afinidade química.

Os separadores Água: Óleo (SAO), são formados por dois tanques iguais em volume; no primeiro se promove o contato mídia água:óleo e no segundo a drenagem do óleo já separado da água.


Modelos de Separadores Água-Óleo (SAO)

Modelos de Separadores Água-Óleo (SAO)
SAO
Vazão
(m3/hora)
Nr.
Tanques
Volume
Total (m3)
Altura & Diametro
(mm)
Pêso/Tq
(kg)
1.8
1,8
2 x 0,3 m3
2 x 0,3 m3= 0,6
(700 x 900)
8
3.0
3,0
2 x 0,5 m3
1,0
(700 x 1200)
13
4.5
4,5
2 x 0,7 m3
1,4
(750 x 1400)
18
6.0
6,0
2 x 1,0 m3
2,0
(900 x 1400)
20
10.5
10,5
2 x 1,7 m3
3,4
(1100 x 1600)
32
15.0
15,0
2 x 2,5 m3
5,0
(1750 x 1500)
40
36.0
36,0
2 x 6,0 m3
12,0
(2300 x 2000)
96
48.0
48,0
2 x 8,0 m3
16,0
(2150 x 2350)
132
60.0
60,0
2 x 10,0 m3
20,0
(2550 x 2350)
165
72.0
72,0
2 x 12,0 m3
24,0
(3050 x 2350)
205
90.0
90,0
2 x 15,0 m3
30,0
(3600 x 2350)
256

(*) Capacidade de separação indicativa


O separador agua-óleo pode ser enterrados ou colocados na superfície. Para situações de muitos resíduos entrando no sistema sugerimos a separação em 3 fases: sólidos – água/óleo – óleo + água como esquema abaixo:

Modelos de Separadores Água-Óleo (SAO)

Flotação - separação Água-óleo

Resultado Separação Água - Óleo

SAO

Separador Água-Óleo: SAO 1.8

SNatural 1989-2011 | Tratamento de Água, Efluentes, Aquicultura e Paisagismo | Design JG
Voltar ao topo