Síntese Natural | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |snatural@snatural.com.br
Oxigenação 2017-12-08T16:16:07+00:00

Aeração da Água – Aquicultura

A tecnologia ARMAX de aeração com membrana microperfurada, também chamada de ar difuso, capaz de conjugar baixo custo, eficiência, durabilidade e economia de energia. O uso de aeração e da ração balanceada, são os principais fatores de sucesso da atividade. Com a oxigenação melhora-se a qualidade da água, desaparecem as doenças, melhora a taxa de conversão das rações e permite-se o adensamento da criação. Sampaio et alii. 1997, estudando Carpas Comuns em viveiros com baixa renovação de água submetidos a diferentes condições de manejo, observou os seguintes incrementos de biomassa.

  1. Adubação de tanque para fomento de fitoplancton;
  2. Adubação mais suplementação alimentar leve;
  3. Ração completa e;
  4. Ração Completa mais Aeração.

Note-se que no caso do fornecimento de ração mais aeração, a biomassa alcança 9 tons/ha, quase o dobro do tratamento anterior, e continua a aumentar até ao 10° mês. Oxigenação Natural Um tanque ou lago natural desenvolve algas e bactérias fotossintetizantes produtoras de oxigênio; em excesso durante o dia é, entretanto, consumido à noite no processo da respiração destes mesmos microorganismos. Por isto, encontramos, pela manhã, os peixes tentando respirar na superfície. A condição de transparência da água é importante pois limita o desenvolvimento destes microorganismos fotossintéticos; se a transparência for de apenas 10- 20 cm, seu desenvolvimento se dará apenas numa faixa de 20- 40 cm, produzindo pouco oxigênio para uma lotação mais elevada.

O gráfico ao lado mostra a produção de oxigênio e seu consumo durante a noite de um lago natural. Os níveis de 3 mg/l, pela manhã, inviabilizariam a criação de algumas espécies aquáticas mais exigentes não permitindo um aumento de lotação de peixes muito maior. A quantidade de oxigênio existente limita diretamente a capacidade de lotação do tanque.

Nas condições deste tanque, a aeração de “emergência”, no período noturno, suprirá a pouca falta de oxigênio do sistema. Em tanques de alta lotação, entretanto, sem microorganismos fotossintéticos, faz-se necessária uma aeração constante. A necessidade de oxigênio dissolvido na água depende da espécie: a Tilápia e a Carpa, por ex., tem necessidades de 4 -5 mg/l, sobrevivendo a teores mais baixos (até 2 mg/l), por um determinado período; no caso do camarão, são necessários no mínimo 3 mg/l, o Salmão e a Truta, mais exigentes, entre 7 e 10 mg/l.

Vários tipos de aeradores existem no mercado: pás, injetores, agitadores e outros propelentes de superfície. Um segundo tipo, não mecânico, produtor de microbolhas ou ar difuso, consagrado no tratamento de efluentes, se coloca entre os mais eficientes segundo a agência americana EPA (Environment Protection Agency), órgão governamental para o meio ambiente. Este sistema apresenta algumas vantagens em relação aos aeradores tradicionais, principalmente em relação ao consumo de energia. Resultado de estudos e avanços tecnológicos recentes nos EUA e Europa, estes equipamentos são colocados sob a superfície e apresentam os seguintes índices de consumo de energia e eficiência:

Aeradores: Resumo da Energia Necessária (KWhora/kg de O2 dissolvido)
Aparelho de Aeração KWh/Kg
Aerador Mecânico 0,64
Aerador Por Ar Difuso 0,41

Ar Difuso

Desenvolvido na década de 80 para tratamento de águas municipais e efluentes industriais encontrou automaticamente uso na aquicultura, no transporte de carga viva, criação de salmonídeos e lagostas, sistemas de tanques rede para depuração de salmões, criação de trutas em tanques, “raceways”, desestratificação de lagos, criação de camarões, berçários etc.

Vantagens do processo:

• ausência de turbulência e danos aos animais;
• silencioso; oxigena rapidamente todo o perfil;
• pode ser automatizado para situações de emergência, como das 4 às 6 da manhã;
• permite multiplicar a produção dos tanques;
• neutraliza e homogeneíza o pH,
• acaba com a acidez do fundo e odores;
• reduz a ocorrência de bactérias patogênicas anaeróbicas e algas indesejáveis;
• faz precipitar o Ferro e o Manganês, reduzindo a cor vermelha ou negra da água.

Dimensionamento dos Equipamentos:

O sistema de aeração é dimensionado em função do tipo de animal, da lotação desejada, idade, temperatura da água, altitude, tamanho e forma dos lago/tanque.

Esquema para Tanques-Rede:

para aplicação em tanques-rede, pode-se utilizar um ou dois aeradores, permitindo o desenvolvimento dos peixes mesmo em condições de baixa movimentação de água.

Compressores do tipo centrífugos, de ½; 1; 3; 5 e 7 CV. Para dimensionamento e cálculo de custo de sua propriedade informar:

• Desenho esquemático dos tanques com as dimensões (largura, comprimento e profundidade média); • Distância entre tanques;
• Espécies predominantes em cada lago/tanque;
• Finalidade: piscicultura intensiva, lazer, pesque-pague, outro;
• Lotação atual (kg/tanque; kg/ha ) e desejada;
• Situação geral da água: transparência, cor, lama de fundo (se existe ou não) e presença de algas.


Principais Produtos SNatural, clique e confira:

?

  PRINCIPAIS PRODUTOS:  

  Aeração  

  ○ Filtros  

  ○ Produtos Químicos  

  ○ Ozônio  

  ○ Ultravioleta  

  ○ Flotadores  

  ○ Decantadores  

  ○ Separador Água-Óleo