Síntese Natural | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |snatural@snatural.com.br
Instalação, Funcionamento e Manutenção de Filtros de Aço Carbono e Aço Inox2018-08-13T08:53:55+00:00

Instalação, Funcionamento e Manutenção de Filtros para Água de Aço Carbono e Aço Inox – Série SN-AC e SN-AI

 

Este manual tem as informações necessárias para instalação, operação e manutenção do equipamento de filtração de água para que você tenha uma água pura e cristalina utilizando filtros de aço carbono Série SN-AC ou Inox Série SN-AI, por muito tempo.

Abaixo as tabelas dimensionais dos filtros em aço carbono e inox.

A Série SN-AC é confeccionada em Chapa de Aço Carbono, com revestimento interno e externo em resina epóxi e a Série SN-AI é confeccionada em Chapa de Aço Inox Polido (revestida com tinta epóxi, ou não, para aguentar melhor o contato com o cloro).

 

 

Filtros de Aço Carbono

 

 

 

 

 

 

 

Filtros de Aço Inox

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Instalando o Filtro

1) Recomendações:

  • Instale o filtro preferencialmente junto ao cavalete de entrada de água ou logo após o reservatório sobre uma base sólida e nivelada;
  • O filtro é normalmente instalado na linha/tubulação que conduz a água à caixa de distribuição;
  • As ligações de entrada e saída do filtro, assim como, as de drenagem usadas durante a retrolavagem da carga filtrante, serão efetuadas através dos registros localizados no corpo lateral do filtro;
  • Material hidráulico (tubos e conexões) em PVC, tipo cola ou rosca, nos diâmetros adequados conforme modelo do filtro (siga a tabela acima na coluna conexões);
  • Mantenha a parte externa do filtro em condições normais de limpeza, limpando e se possível mantê-lo coberto, isso aumentará a sua longevidade. Qualquer irregularidade de funcionamento dos registros ou do manômetro dirija-se ao seu revendedor autorizado;
  • Se a pressão de trabalho for normalmente superior à recomendação de trabalho (2 kgf/cm2) instale uma válvula redutora de pressão ou válvula de alívio por medida de segurança evitando danos ao equipamento e à rede hidráulica da residência;
  • Se o filtro for instalado muito acima da fonte de abastecimento ou do tanque de armazenamento de forma a que, quando desligada a bomba, o filtro venha a sofrer eventual vácuo causado pelo escoamento da agua filtrada ou a filtrar, instale uma válvula de retorno/retenção para que o filtro não entre em colapso.

 

 

2) Verifique os componentes de segurança e acessórios adquiridos:

Para iniciar a montagem do filtro, verifique se tem todos os componentes adquiridos e se os acessórios de segurança estão em perfeito estado, os itens são:

 

3) Preenchimento do Filtro:

Meios filtrantes

Filtros de água para uso pessoal e industrial procuram remover contaminantes da água como partículas, chumbo e outros metais pesados, cloro, flúor, trialometanos (subprodutos da cloração), ferro, manganês, microrganismos, compostos orgânicos voláteis (VOC’s), sabor, odores e outros.

Para cada contaminante se usa um tipo de meio filtrante e cada tipo tem um tempo de uso e necessidade de retrolavagem.

 

O filtro é constituído externamente pela carcaça e um cavalete em PVC, por um sistema de captação de agua filtrada formado por um jogo de crepinas na base do filtro e por um sistema interno de distribuição da água sobre leito filtrante, dimensionado conforme a necessidade da água e destinação final.

 

 

Carregamento do meio filtrante – Detalhamento (passo a passo):

1) Carregar 30% do filtro com água e despejar cuidadosamente o material filtrante pela porta de visita evitando a formação de poeira, quebra ou entupimento do sistema filtrante (crepinas, tubulação interna, etc..).; (cuidado para não colocar meio filtrante dentro da tubulação);

2) Com granulometrias diferentes, carregue primeiro a de maior granulação para a de menor;

3) Quando tiver carregado 60% do volume total, abra a entrada de água da retrolavagem e deixe entrar a agua para provocar o levantamento do meio filtrante e depois deixe escoar esta água para permitir a acomodação do leito e o carregamento do restante do material filtrante. Repetir este procedimento à medida que achar necessário, até adicionar todo o material filtrante;

4) Levar em consideração o espaço vazio do filtro reservado às retrolavagens, normalmente de 20 a 30 % do volume útil total da coluna;

5) Abrir novamente a entrada de água da retrolavagem de modo a erguer lentamente o leito. Quando a água começar a transbordar pela boca de visita, controle a vazão, mantendo-a até se observar que o pó do meio filtrante que, normalmente vem de fábrica, tenha sido levado pela água. Lave o material filtrante continuamente até a água ficar limpa e transparente;

6) Fechar a entrada de água;

7) Fechar a boca de visita e deixar o material filtrante imerso em água por alguns minutos (ou por uma hora) para que o material fique totalmente molhado e acomodado no filtro;

8) Escoar novamente essa água;

9) Após a instalação de toda parte hidráulica, de colocar o meio filtrante, fechar a tampa superior e colocar o filtro na posição “LAVAR“. Manter lavando por mais ou menos meia hora e so parar quando observar que a água esteja bem limpa e só então colocar na posição “FILTRAR” para inicio das atividades e campanha.


Funcionamento do Filtro (Em Operação):

Iniciar a operação enchendo o filtro com água e desprezando a primeira água de filtragem por cerca de 5 minutos. (Colocar uma torneira na saída do filtro).


Cuidados a Tomar Durante a Operação:

Pressão de Operação – Importante:

A pressão de operação é medida pelo manômetro colocada no topo filtro. À medida que o filtro trabalha e os resíduos se acumulam no meio filtrante, a filtração começa a demandar mais pressão da bomba de recalque, pressão esta refletida no manômetro, devido ao entupimento crescente, momento em que se deve proceder à retrolavagem. Deve-se observar, portanto, as recomendações do fabricante no tocante à pressão pois pode acarretar danos ao filtro e à bomba.

 

 

Atenção com a Pressão de Operação:

A pressão de trabalho determina a duração do filtro; a pressão de teste é de: 5,0 kgf/cm2 (ou bar), mas a pressão ideal de trabalho: 1,0 a 1,5 kgf/cm2 (ou bar). Quando a pressão da linha for superior à pressão máxima de trabalho (2 kgf/cm2) (ou bar) é indicado instalar uma válvula redutora de pressão ou uma válvula de alívio, por medida de segurança, evitando danos ao equipamento como para toda rede hidráulica da residência ou indústria.

Além da válvula redução de pressão ou válvula de alivio, é importante em certos casos, o proprietário prever a instalação de uma válvula de retenção para evitar o vácuo que se forma quando ocorre a falta de agua na rede de abastecimento que pode colapsar o filtro se não estiver instalada.

Para o caso do filtro ser usado no controle de ferro e/ou manganês na água, com mais de 3 mg/l, a água deve ser clorada antes da passagem no filtro o que vai exigir uma pintura interna tipo epóxi que proteja o inox ou o aço carbono. Concentrações inferiores a isso geralmente não exigem cloração utilizando o Naturox.

Se o ferro esta abaixo de 3 mg/l, o filtro de inox não exige proteção/revestimento contra o cloro. O inox 304 é suscetível à corrosão nas dosagens de cloro necessárias para a oxidação do ferro e manganês ao longo do tempo. Portanto, não usar cloro antes nos filtros de inox não revestidos. A água nestes casos deverá ser clorada apenas para fins de desinfecção na tubulação e reservatório após passar pelo filtro.

Antes de soltar os parafusos para abrir a tampa de visitação do filtro, retire de dentro dele toda a pressão nele existente. Para isso, feche o registro da entrada da água e abra o registro da retro lavagem. Somente após essa operação, é que o filtro poderá ser aberto. Em locais altos, colocar válvula de retenção para evita vácuo (pressão negativa) que pode colapsar o filtro.


Retrolavagem:

Areia/Naturita:

Mesmo que a pressão de trabalho não atinja a pressão máxima, é indispensável realizar, pelo menos semanalmente, a retrolavagem (reversão do fluxo da agua para remoção das partículas sólidas retidas durante a filtração). Para que seja mantido o padrão de qualidade da água, em caráter preventivo, recomendamos a retrolavagem periódica. O filtro, durante a filtração, vai retendo as partículas sólidas presentes na água e após um determinado período faz-se necessário reverter o fluxo da agua dentro do equipamento para eliminar estas partículas solidas retiradas durante a filtração.

Lave periodicamente conforme as instruções de funcionamento a carga do filtro em contra fluxo, pois com a carga limpa, haverá um rendimento melhor do filtro além de uma durabilidade maior. A conexão poderá estar ligada ao esgoto ou equivalente, ou ainda, poderá aproveitar para regar o jardim. A lavagem deverá durar cerca de 5 a 10 minutos mesmo que através do visor a água pareça limpa.

Trocar a carga filtrante uma vez por ano no caso da areia, conforme tabela acima e, dependendo da qualidade da água de abastecimento, esse período poderá ser aumentado ou diminuído.

Naturox

Antes do uso, o leito preparado de Naturox deverá ser vagarosamente retrolavado para a retirada de impurezas. Cinco volumes de leito, geralmente, são suficientes para completar a lavagem, sendo colocado posteriormente em uso, descartando a 1ª metade de volume de leito de água filtrada. A taxa de filtração indicada para sistemas de filtragem por gravidade é da ordem de 10 m³/m²/h, mas taxas maiores podem ser utilizadas em sistemas pressurizados. Para se obter uma maior eficiência do sistema, um tempo médio de 3 minutos de contato deve ser utilizada. A taxa de retrolavagem indicada é da ordem de 35 m3/h/m2. A necessidade de realização de posteriores retrolavagens será verificada por meio de determinações periódicas das concentrações de ferro e manganês na água filtrada. Mantidas as condições de pH, vazão e concentrações na água de alimentação, a periodicidade das retrolavagens será a mesma. Devido às perdas ocorridas na retrolavagem, é necessária uma reposição anual de 2% do peso do Naturox utilizado no sistema de filtragem. A taxa de filtração aconselhada é da ordem de 15 a 20 m³/m²/h e a de retro-lavagem indicada é de no mínimo 45 a 60 m³/m²/h; O produto trabalha bem com águas que tenham valores de pH acima de 7,5; Águas que contenham complexos orgânicos de degradação biológica e/ou vegetal de metabolismo bacteriano, deverão ser previamente cloradas (pré-cloração).

 

 

 


Principais Produtos SNatural, clique e confira:

?

  PRINCIPAIS PRODUTOS:  

  Aeração  

  ○ Filtros  

  ○ Produtos Químicos  

  ○ Ozônio  

  ○ Ultravioleta  

  ○ Flotadores  

  ○ Decantadores  

  ○ Separador Água-Óleo