Síntese Natural | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |snatural@snatural.com.br
Tratamento Físico-químico – Remoção de Resíduos Presentes em Água de Lagoas com Alto Grau de Turbidez2018-08-13T10:56:18+00:00

Tratamento Físico-químico – Remoção de Resíduos Presentes em Água de Lagoas com Alto Grau de Turbidez

Relatório de Teste Nº:1006 – Data: 19/07/2018 Identificação da Empresa: SANIPARK

Identificação do Problema

Água proveniente de lagoas com alto grau de turbidez e presença de partículas sólidas em suspensão, com granulometrias finas dispersas em solução.

Situação Original (Amostras)

 

Objetivo: realizar o tratamento físico-químico visando remoção dos resíduos presentes em solução.

Processo: Testes Qualitativos/Quantitativos

 

1º Passo – Coleta da Amostra

Agitaram-se as garrafas PET com as soluções presentes e despejou-se um volume correspondente a 2L de efluente. Mediu-se o pH com auxílio de um phmetro e encontrou-se o valor correspondente a 8,44.

Amostra não submetida a nenhum tratamento

 

 

Após uma avaliação visual, foi observada a presença de partículas extremamente finas, não floculadas, atribuindo assim ao efluente um alto grau de turbidez. Para mais, a água contaminada não possui odor característico.

 

2º Passo – Uso do Polímero

De acordo com a procedência do efluente e sua composição característica, escolheu-se o polímero adequado (SN4650). Aplicou-se gradativamente, ou seja, de 1mL em 1mL uma quantidade equivalente a 4mL (sob agitação constante). Verificou-se após alguns segundos de agitação, dessa última dose de polímero aplicado, a floculação ocorreu de forma intensa na amostra.

 

I – Seleção do polímero adequado para tratamento; II e III – Adição do produto na amostra e agitação constante; IV – Formação de flóculos na amostra.

 

 

3° Passo – Filtração após processo de floculação

Após a adição de SN4650 para flocular as partículas em flóculos maiores, realizou-se a filtração utilizando a malha do tipo não-tecido 2, adequada para efluentes com as características apresentadas.
Observou-se na saída a retenção total das partículas, agora aglomeradas, na malha filtrante utilizada, implicando na remoção praticamente total da turbidez na água.
O produto utilizado pela Síntese Natural Ambiente, a base de acrilamida é totalmente inerte à solução, portanto, mediu-se o pH para comprovar que não houve alteração significativa, correspondendo a 8,22.

 

I – Flóculos submetidos à malha de filtração não-tecido tipo 2; II – Sistema de filtração em bancada; III – Água límpida após passagem pelo sistema; IV- Comprovação da não alteração de pH após adição do SN4650.


Resultados: Água após tratamento físico-químico completo

Observamos que houve remoção de todas as partículas presentes na água. O pH ao final apresentou valor de 8,22, ou seja, não houve alteração significativa. Toda turbidez foi removida da água após o uso do meio filtrante, tornando-a límpida, entretanto, como foi usado um polímero, esta mesma água pode conter em sua composição residuais de poliacrilamida, a qual possui restrições quanto ao seu reuso, principalmente em lagos/lagoas que contenham peixes. A cada 1L de efluente a ser tratado, deve-se usar 2mL de solução de SN4650 a 0,5% de concentração.

Recomendação: submeter à água final a um laudo analítico para verificar a concentração dos residuais de poliacrilamida, para verificar se existe a possibilidade de reaproveitar a água no mesmo local.


Principais Produtos SNatural, clique e confira:

?

  PRINCIPAIS PRODUTOS:  

  Aeração  

  ○ Filtros  

  ○ Produtos Químicos  

  ○ Ozônio  

  ○ Ultravioleta  

  ○ Flotadores  

  ○ Decantadores  

  ○ Separador Água-Óleo