Síntese Natural | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |snatural@snatural.com.br
Membranas para Filtração de Água 2018-05-09T16:23:01+00:00

Membranas para Filtração de Água

As técnicas de filtração estão evoluindo constantemente e se modernizando devido ao uso de tecnologia avançada em novos equipamentos, que tem como objetivo reduzir custos e tempo de operação, facilitando e viabilizando processos de tratamento de água.

As membranas são meios filtrantes estruturados de diversos tipos de polímeros, tais como: PVDF (Difluoreto de Polivinilideno) , o PTFE (Politetrafluretileno), PES (Polietersulfona), PAN (Poliacrilonitrila), etc. Algumas ainda são de matérias inorgânicas. O que diferencia as membranas de filtros convencionais é o seu alto poder de retenção, devido à presença de poros de dimensões variadas. Estes poros servem tanto para separar partículas como para fracionar moléculas de diferentes massas molares.

Nível de Passagem de Diferentes Tipos de Membranas

O tamanho do poro determina qual o tipo de membrana selecionada, bem como suas aplicações e materiais retidos. Atualmente, existem as membranas de Microfiltração, Ultrafiltração, Nanofiltração e Osmose Reversa. Suas estruturas são denominadas placas planas, espirais, capilares e tubulares.

Comparação dos Tipos de Membranas Encontradas no Mercado

 

Microfiltração (MF)

Esse processo consiste em uma separação cross-flow de baixa pressão de partículas coloidais e sólidos suspensos na água a ser tratada. Além de reduzir a turbidez da água, a MF consegue reter uma pequena proporção de vírus, ou seja, somente aqueles que se agrupam em colônias de bactérias.

 

Membrana de Microfiltração (MF)

A MF atua como uma proteção das membranas de Nanofiltração e de Osmose Reversa, geralmente utilizadas para dessalinização e desmineralização de água, possibilitando assim o desempenho da vida útil das membranas MF e OR. A porosidade das membranas de microfiltração variam de 0,1 µm a 0,2 µm.

Imagens Microscópicas da Estrutura de uma Membrana MF

 

Aplicações

Ultrafiltração

Este tipo de membrana é utilizado em pressões acima de 10 bar. É largamente empregada em fracionamento de leite e soro de leite, além de fracionamento proteico. Seus poros são tão pequenos que são classificados por estimativa de retenção molecular média e não pelo tamanho conhecido. Possui excelente eficiência na remoção de sólidos em suspensão, bactérias, vírus e outros patógenos.

 

O que distingue a Ultrafiltração da Osmose Reversa é o tamanho das partículas que são retidas pela membrana, além de suas características. A UF é microporosa enquanto que a OR é densa.

Imagens Microscópicas da Estrutura de uma Membrana UF

Imagens Microscópicas da Estrutura de uma Membrana UF

Aplicações

Nanofiltração

É um processo onde ocorre a difusão de certas soluções iônicas (tais como sódio e cloretos), predominantemente íons monovalentes, bem como água, se propaguem (a pressão osmótica passa a ter influência sobre o fluxo). A pressão de operação varia de 5 a 35 bar. A NF tem poder de remoção considerável, que atinge até mesmo Cálcio e Magnésio; todavia, não é tão eficiente da remoção de dessalinização deixando passar um pouco de cloro.

O diâmetro dos poros das membranas é da ordem de 0,001 µm. No processo de nanofiltração, a pressão osmótica do fluído passa a ter influência sobre a remoção das partículas encontradas ali. Serve como uma alternativa para a osmose reversa para dessalinização, quando não é considerada potável e aplicada em caldeiras.

Imagens Microscópicas da Estrutura de uma Membrana NF

Imagens Microscópicas da Estrutura de uma Membrana NF

Aplicações

Osmose Reversa

É um processo que ocorre através de uma membrana semipermeável que retém o sal e componentes nocivos à saúde, permitindo apenas a passagem de água purificada. Também conhecida como Osmose Inversa, esta membrana apresenta poros menores, permitindo somente a passagem de micromoléculas, como a da água, por exemplo, ou seja, permeável para solvente e impermeável para solutos.

Membrana de Osmose Reversa (OR)

Membrana de Osmose Reversa (OR)

O sistema remove até 99% de cloreto de sódio, além de possuir quase a mesma eficácia para outros minerais presentes na água. Sempre vem acompanhado de outra membrana de pré-filtragem, para que sua vida útil dure e não haja rápida saturação.

Estrutura Microscópica de uma Membrana OR

Estrutura Microscópica de uma Membrana OR

Aplicações

Todas essas membranas possuem alta eficiência no tratamento de água. Atualmente, a membrana de ultrafiltração e a membrana de osmose reversa são a mais procurada e utilizada em processos de tratamento de água. “A Síntese Natural Ambiente possui dimensões variadas dessas membranas, atendendo assim a sistema de características diferentes.”

Tipos de Membrana – UF

 

Membrana Para Alta Turbidez e Óleo

Membrana Para Alta Turbidez e Óleo

Tipos de Membrana – OR


Principais Produtos SNatural, clique e confira:

?

  PRINCIPAIS PRODUTOS:  

  Aeração  

  ○ Filtros  

  ○ Produtos Químicos  

  ○ Ozônio  

  ○ Ultravioleta  

  ○ Flotadores  

  ○ Decantadores  

  ○ Separador Água-Óleo